sexta-feira, 1 de abril de 2011

EVANGÉLICOS SE UNEM PELA PAZ EM MOSSORÓ

O vereador Daniel Gomes, representante do segmento evangélico na Câmara Municipal de Mossoró, está convocando a população de Mossoró a participar do Movimento Evangélico em Prol da Paz, que acontece no próximo sábado 02 de abril de 2011, a partir das 8 horas da manhã, com saída Praça da Independência ao lado do mesrcado central no centro de mossoró.

De acordo com o vereador, que está à frente da organização do evento, junto com outros evangélicos de Mossoró, a idéia surgiu a partir da constatação de inúmeros casos de homicídio em Mossoró, e tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade das autoridades para o problema. Só esse ano já foram registrados 44 homicídios em Mossoró. Isso tem que parar. Todos os dias os noticiários policiais ocupam grande parte dos jornais, numa verdadeira chacina. São assaltos, seqüestros, tiroteios, assassinatos. O sentimento da população é de medo. Precisamos mudar esse quadro, justificou Daniel Gomes.

Apesar de ser um movimento organizado pelos evangélicos, o vereador convoca toda população de Mossoró a participar, independente de religião, raça, classe social. A violência está aí, e todos nós estamos sujeitos aos seus efeitos. Eu mesmo já fui vítima de violência, junto com a minha família. Nós já perdemos muitos irmãos evangélicos, trabalhadores, pais de família, vítimas de homicídio. Ninguém respeita mais ninguém, e ninguém está livre. Semana passada soube que três professoras foram assaltadas dentro da sala de aula. Isso precisa parar, e é por isso que no próximo sábado, vamos às ruas do centro da cidade mostrar a nossa indignação com essa situação. Por isso convido a todos que perderam parentes, filhos, pais, mães, amigos, por causa da violência em Mossoró para se juntar a nós, e pedir paz, convocou.

Daniel Gomes também fez uma reflexão sobre a importância da população ouvir e colocar em prática os ensinamentos de Deus. Tudo isso só está acontecendo porque as pessoas não tem mais Deus como prioridade em suas vidas. Hoje o que a gente vê são famílias desestruturadas, jovens cada vez mais cedo entrando no mundo das drogas, achando que podem fazer tudo. Lembro que quando eu era pequeno, meu pai me obrigava ir para Igreja na hora dos Trapalhões, mas agradeço a ele por ter me dado esse ensinamento. É preciso ouvir e colocar em prática palavra de Deus, caso contrário, vão continuar ocorrendo essas tragédias no nosso dia-a-dia. Esse movimento também tem esse objetivo, de chamar a atenção da população para importância de Deus em nossas vidas, finalizou o representante dos evangélicos na Câmara Municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário