segunda-feira, 14 de março de 2011

POETAS FORAM EXPULSOS DA COBAL ONTEM, POR ESTAREM MOSTRANDO A CULTURA DE GRAÇA, AI JÁ É DEMAIS NÉ!!!

Um grupo de poetas foi expulso da Cobal, ontem pela manhã, depois que começaram a cantar e declamar poesias em comemoração ao "Dia Nacional da Poesia". O administrador do local, confundindo-os com "baderneiros", chamou a "tropa de elite" dele e ameaçou quebrar os equipamentos (violão e equipamentos de som) caso não se retirassem do local e ainda chamaria a polícia para enquadrar todos eles como bagunceiros da coisa "pública".
Os poetas, como ordeiros e da paz, se retiraram, mas aguardam uma retratação da administração daquele estabelecimento ou mesmo da prefeitura municipal, tendo em vista que o ato do administrador feriu não apenas a cultura, na quase capital nacional da cultura, mas também a constituição que garante livre expressão e o direito individual de permanecer em local público.

"Fui humilhado hoje pelo grave crime de querer mostrar poesia e cultura GRATUITAMENTE para o povo!!" Disse Caio Cezar Muniz, que participava junto com Genildo Costa, Rogério Dias e Margareth Freire do evento cultural gratuito na Cobal

Um comentário: